Um sonho, um propósito, um alvo e caminho, levar vida e transformação através não de palavras, mas pelo poder do Evangelho.
- Fabianne Machado
(Paraguai)

Haiti

HISTÓRIA O Haiti é um país caribenho situado na América Central, situado na ilha de Hispaniola, no Mar do Caribe. Sua única fronteira terrestre é a leste com a República Dominicana. A independência nacional foi conquistada no dia 1° de janeiro de 1804, sendo a primeira república da América Latina a conseguir autonomia política.
Com extensão territorial de 27.750 quilômetros quadrados, o Haiti, sua população é de aproximadamente 11.121.830 milhões de habitantes.
A economia haitiana é pouco desenvolvida, sendo o setor primário o principal responsável pela captação de receitas financeiras. A instabilidade política do país dificulta a entrada de investimentos estrangeiros, essa situação fez com que a ONU interviesse na política nacional, sendo o Brasil responsável pela pacificação naquele país.
O país denomina-se em sua maioria cristão (95%), devido a forte influência do catolicismo romano. Entre 10 e 15% dos cristãos professos do Haiti são evangélicos. A Igreja Ortodoxa Oriental possui missões no Haiti. A Igreja Adventista do Sétimo Dia e o pentecostalismo também possuem seguidores significativos.
É muito comum a prática de Vodu no Haiti. Estima-se que 80% dos católicos do país praticam os rituais de vodu. Também conhecido como vodoo, esta religião de origem africana é também considerada a religião oficial do país desde 2003. Existe uma pequena comunidade muçulmana no Haiti, principalmente residente em Porto Príncipe e seus subúrbios. A história do Islã no Haiti começa com a escravidão no país.

MISSIONÁRIOS

Nossa Equipe Missionária

projetos no Haiti

CARTAS MISSIONÁRIAS

Leilcia Silva + Haiti, 09 de agosto de 2021.

Graça e paz da parte do nosso Senhor Jesus!



Queridos irmãos, é com muita alegria que vos
escrevo esta carta para compartilhar os feitos do Senhor e dividir com vocês o quanto temos experimentado Sua bondade, misericórdia e proteção de forma quase palpável. A vida no campo missionário nos proporciona experiências inimagináveis e muitas vezes sentimos a mão do Senhor bem pertinho nos livrando de todo mal. O mês de julho começou um pouco tenso. No início da noite do dia 30 de junho, recebemos a informação que uma tempestade se aproximava do Caribe e que atingiria o Haiti no sábado à tarde, 03 de julho. A região que estamos, fica na rota de tempestades e furacões. O período que sempre acontece vai de junho a novembro, então todo ano passamos por esse momento de tensão. Mas começamos a orar como nos outros anos, a pedir ajuda em oração e Deus mais uma vez manifestou a Sua glória e operou o milagre! Aleluia! Na sexta a tarde, ventava muito forte, e pensávamos, ela está se aproximando. Mas no sábado pela manhã recebemos a notícia, com fotos que a tempestade Elsa estava desviando da rota do Haiti. E no sábado à tarde, só tivemos uma chuva fraquinha de poucos minutos. Isso, só o nosso Deus que faz!!! Aleluia!
No dia 7, fui acordada com a notícia do assassinato do presidente. Iríamos fazer os pães, já tinha adolescentes confirmados que iriam nos ajudar e tivemos de desmarcar. As informações chegavam, dizendo que a cidade estava vazia, ninguém nas ruas. E a orientação que recebíamos era para não sairmos as ruas. Depois da declaração do primeiro-ministro, a situação ficou muito ruim para os estrangeiros, pois ele declarou que umdos assassinos era de fala hispana e inglesa. Isso deixou a população alvoraçada e revoltada com os estrangeiros, querendo fazer justiça com as próprias mãos. Devido a essa situação, tivemos de parar nossas atividades, por quase três semanas, ficamos em casa em oração pedindo que Deus trouxesse para luz tudo o que havia acontecido e que essa situação se resolvesse o mais rápido possível. E Ele fez! Em poucos dias um grupo de colombianos foram presos, as coisas começaram a se esclarecer e no final do mês o país voltou a sua normalidade e foi possível voltarmos com nossas atividades para a Glória de Deus. Sei que muitos tomaram conhecimento dessa situação e intercederam por nós. Quero agradecer pelas orações e pelas mensagens recebidas.
Recebemos por duas vezes em nossa base, missionários que estavam com corona vírus, mas não sabiam, e não fomos infectados. Eu fui ao Brasil no final do ano e assim que cheguei fiz o teste, e deu NEGATIVO. Passei três meses de férias e visitei algumas igrejas. Procurei o Ministério da Saúde e depois a Secretaria de Saúde da minha cidade, para obter informações sobre a vacinação, e se tinha alguma exceção para quem iria viajar para um país como o Haiti, mas não tinha. Então, viajamos sem tomarmos a vacina. Fiz o teste para viagem, e deu NEGATIVO novamente. Glória a Deus! Em maio, recebemos missionários, que testaram positivo, e não sabiam, e fizeram a quarentena em nossa base. Suspendemos as atividades com as crianças por prevenção por uns dias. Depois fiz o teste para continuarmos os trabalhos, e deu NEGATIVO outra vez. Aleluia! E como alguns sabem, no dia 7 de julho, saiu uma matéria falando que o Haiti era o único país das Américas que ainda não tinha recebido a vacina. E nós não tínhamos noção de quando chegaria e se chegaria. Mas no dia 14 do mesmo mês, o país recebeu uma doação dos EUA, de 500 mil doses. E no dia 30, recebemos a tão esperada primeira dose para a GLÓRIA DE DEUS!!! Se alegrem conosco! O nosso Deus é um Deus fiel e que cuida dos seus. Ele tem nos guardado e nos livrado de todo mal e temos a certeza de que continuará cuidando de nós.
Obrigada por estarem com a gente nessa linda missão! Deus abençoe.
Mis. Leilcia
Pedidos de Oração


• Por mais obreiros no Haiti;
• Pela saúde, vida emocional e sustento dos missionários;
• Pelos projetos em andamento;
• Pelos orfanatos e pelo Camp D’été;
• Por mais mantenedores e pela fidelidade dos que já contribuem

APOIE A MISSÃO DESAFIO

Entre em contato com a Missão Desafio.

APOIE A MISSÃO DESAFIO